Xanxerê tem nova turma do Programa Jovem Aprendiz Cotista do Senar/SC

Iniciou no município de Xanxerê, no oeste catarinense, mais uma turma do Programa Jovem Aprendiz Cotista (JAC) promovido pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar AR/SC), órgão vinculado à Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Santa Catarina (Faesc), em parceria com o Sindicato dos Produtores Rurais de Xanxerê. A turma conta com jovens de 14 a 24 anos que participarão do curso de Auxiliar Administrativo e Financeiro, realizando a prática profissional nas empresas empregadoras. As aulas iniciaram em fevereiro e seguem até 2020. Alunos e empresas interessadas ainda podem ingressar na turma, sendo que a solicitação deve ser feita por meio do Sindicato Rural.

O programa tem como objetivo promover a formação técnico-profissional metódica com foco no desenvolvimento físico, moral e psicológico dos jovens. Será 1 ano de curso com aulas teóricas no Sindicato Rural e prática profissional no interior das empresas. Conforme explica a coordenadora estadual do programa, Aline Moser Lopes, o curso visa capacitar os aprendizes para o ingresso no mercado de trabalho, em condições especiais, sem prejuízo da escolaridade formal, por meio de atividades controladas, em ambiente protegido, de acordo com a legislação vigente.

O curso possui 960 horas, sendo 480 horas teóricas e 480 horas de prática profissional. Os participantes aprenderão sobre integração no trabalho; informática básica; gestão corporativa; comunicação oral e escrita; cidadania; matemática aplicada; segurança, saúde e higiene; informática avançada; operações comerciais e financeiras; atendimento ao cliente; noções de administração de pessoal; matemática financeira e estatística; princípios da gestão da qualidade e contabilidade básica.

A atividade diária é limitada em quatro horas, sendo a carga horária semanal definida com as empresas empregadoras, conforme calendário do curso. “A intenção é garantir que o adolescente cumpra, efetivamente, os três pilares do processo de aprendizagem – escola, trabalho e formação profissional – dentro dos princípios da proteção integral ao adolescente”, observa o superintendente do Senar/SC, Gilmar Antônio Zanluchi.

O Sistema Faesc/Senar-SC fornecerá o material didático para utilização dos aprendizes e estrutura para as aulas teóricas. O presidente do Sistema, José Zeferino Pedrozo, reforça que essa é uma oportunidade única aos jovens que terão um primeiro contato com o mercado de trabalho, aliado à educação profissional de qualidade.

PROSPECTANDO O FUTURO

Alan de Oliveira, de 19 anos, resolveu realizar o curso para agregar conhecimento ao currículo profissional. O jovem atuará na empresa BRF e pretende utilizar a experiência adquirida para decidir o futuro. “É o início da minha carreira como profissional e, a partir disso, pretendo definir qual graduação farei. O contato com a profissão será muito importante”, pontua o jovem que diz estar empolgado com o curso.

O presidente do Sindicato Rural de Xanxerê Bruno Bortoluzzi destaca que esse é um programa que oferece aos adolescentes e jovens a oportunidade de inserção no mercado de trabalho e, para o agronegócio, é um incentivo para a permanência de filhos de produtores no meio rural. “Iniciamos uma nova turma que, com certeza, contribuirá tanto para a vida profissional e pessoal dos alunos como para a expansão do setor”.

Para a assistente financeira da empresa empregadora Lar Cooperativa Agroindustrial, Simone Maciel, mais que atender a Lei da Aprendizagem, a contratação de aprendizes traz benefícios para a cooperativa e para o jovem. “Além de suprirmos uma vaga existente no setor administrativo, podemos oportunizar a capacitação desses jovens”, observa.

Simone salienta que a aprendizagem permite que o jovem desenvolva as capacidades técnica e de gestão, que serão utilizadas durante toda a sua vida profissional. “Nossa expectativa como empresa é que o aprendiz tenha através do curso e no ambiente empresarial uma aprendizagem técnico-profissional, adquirindo neste processo competências básicas, valores e aptidões pessoais e sociais para desenvolver atividades laborais no ambiente empresarial”, complementa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Colunistas

Informativo Cultural

Agenda

AGENDA MENSAL DO 14 BIS CHAPECÓ // 04ABR Quinta-Acadêmica // 05ABR ESPECIAL BRUNO & MARRONE por EMERSON & DANIEL // 12ABR Baile Da Preferida com Guz Zanotto + Evandrinho
AGENDA SEMANAL DO PAGODE SOCIAL // Abril 2019: 04.04 São Gabriel do Sul-RS // 05.04 Capone // 06.04 Paiol Fraiburgo-SC // 11.04 759 / 12.04 Evento Corporativo no Tabajara Eventos // 12.04 Capone // 13.04 Feijoada do Kinho Chapecó-SC // 14.04 Aniversário Chapecó // 18.04 IN SOHO Passo Fundo-RS // 26.04 Live Chapecó // 27.04 14 BIS Chapecó

Facebook

Intervalo Cultural