Programa Arte Cidadã de Chapecó está com vagas abertas

Aulas de dança, música e teatro em mais de 20 espaços em localidades urbanas e do interior. A partir do Programa Arte Cidadã, desenvolvido pela Prefeitura de Chapecó por meio da Secretaria de Cultura, crianças, adolescentes e adultos tem acesso, perto de casa, a cursos gratuitos que garantem a formação técnica, artística e humana. E o melhor: o Programa está com vagas disponíveis para o segundo semestre.

São mais de 200 vagas remanescentes abertas em cerca de 10 cursos gratuitos, envolvendo linguagens artísticas distintas. As inscrições poderão ser feitas a partir desta segunda-feira (30), até a próxima sexta-feira (03), das 13h30 às 17h30, na sala de atividades do Programa, localizada no térreo do Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo De Nes, na Rua Assis Brasil, 20D. A matrícula será efetivada somente de maneira presencial, com documentos de identificação e comprovante de residência. Menores de 18 anos devem estar acompanhados dos pais ou responsáveis.

 

O que é o Arte Cidadã?

 

Criado há dez anos, o Programa oferece atualmente aulas gratuitas de violão popular, violino, violoncelo, viola de arco, teoria musical, canto coral, flauta doce e transversal, clarinete, fagote, oboé, trompete, trombone, trompa, tuba, percussão orquestral, teatro, ballet e jazz.

 

Somente neste ano ganhou seis novos parceiros, que disponibilizam o espaço para que as aulas cheguem cada vez mais próximas da comunidade. Ao todo a Secretaria de Cultura conta com 20 parcerias, entre Universidades, Igrejas, Programas Socioeducativos, comunidades, instituições, Ong’s, Centros de Referência Social, programas culturais e centro de artes.

 

De acordo com o Secretário de Cultura, Nemésio Carlos da Silva, esse apoio é muito importante para a o Programa. “O Arte Cidadã não iria tão longe sem os seus parceiros. A partir deles conseguimos ampliar as atividades e chegar a crianças que talvez não tivessem essa oportunidade de outra forma”, enfatiza.

 

Atividades descentralizadas

As atividades trazem um diferencial. São desenvolvidas de maneira descentralizada chegando a diferentes bairros e comunidades do Município. “É preciso que as Politicas Públicas Culturais sejam desenvolvidas com foco na democratização do acesso à arte e a cultura. Queremos que as ações aconteçam, sejam desenvolvidas com qualidade, mas não somente no centro da cidade. Nosso objetivo é que todo o movimento cultural também chegue a comunidades desassistidas culturalmente e que tanto as crianças que moram na cidade quanto as que residem em comunidades distantes, no interior, possam fazer uma aula de violão, ter a experiência da dança na sua rotina, sem que tenham que ir longe para isso”, explica o Prefeito de Chapecó, Luciano Buligon.

As ações acontecem nos Bairros Saic, Santo Antônio, Palmital, São Pedro, Efapi, Maria Goretti, São Cristovão, Esplana, Seminário, Passo dos Fortes, no Centro e nas comunidades do Distrito de Marechal Bormann e Alto da Serra. Para Gracieli Braghini, professora e moradora do Alto da Serra, essas ações valorizam a comunidade. “Eu sou da comunidade, estudei e me criei aqui e na minha época as crianças não tinham acesso às ações, pois só aconteciam na cidade. A nossa estratégia, por meio dessa parceria, foi trazer para cá no contraturno escolar ações que envolvam a arte e a cultura e tragam atividades diferenciadas para as nossas crianças. Logo os alunos abraçaram a ideia e o que percebemos é como essas ações ajudam não somente no desenvolvimento das crianças fora da escola, mas trazendo reflexos para a sala de aula, tendo mais iniciativa e autonomia”, conta.

 

Na comunidade os ensaios acontecem duas vezes por semana, com aulas de violão e jazz dance, com cerca de 40 crianças. Glenda Regina Salvani, de 13 anos, conta que além das aulas ensaia todos os dias em casa. “É uma atividade nova, diferente e me ajuda muito no raciocínio”, explica.

 

As ações trazem como proposta não somente a formação artística das crianças, com a aprendizagem de técnicas para tocar instrumentos, cantar ou  aprender a arte da dança. Conforme a coordenadora do Programa, Grasieli Canelles Bernardi, o programa trabalha a formação de cidadãos. “Ao construir-se uma peça ou performance, tocar músicas, sejam elas eruditas ou populares a partir de diferentes instrumentos, como cordas, sopros, percussão, violão, canto coral e teoria musical, ou coreografar uma dança, como balé ou jazz, os alunos experimentam, vivenciam e constroem cultura, história, memória, autonomia, desenvoltura educacional e pessoal, e assim crescem mais felizes e saudáveis”, finaliza.

Confira os cursos com vagas disponíveis, locais e horário das aulas (sujeito a alteração):

 

 

Canto Coral

 

  • Bairro Esplanada – Quarta-feira – 18h às 19h
  • Bairro Centro – Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo De Nes (Círculo Italiano) – Segunda-feira – 18h30 às 20h
  • Bairro Passo dos Fortes – Programa arte Jovem – quarta-feira – 10h às 11h
  • Bairro Seminário – UNOESC – quinta-feira – 15h às 17h

 

Coro Da Orquestra Sinfônica De Chapecó

 

  • Bairro Centro – Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo De Nes – Quarta e sexta-feira, 19h às 21h

 

 

Teatro

 

  • Bairro Centro – Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo De Nes – sexta-feira – 13h às 14h – segunda-feira – 19h às 21h
  • Bairro Efapi – Ceu das Artes – segunda-feira – 10h30 às 11h30 – 13h30 às 14h30
  • Bairro Saic – Terça-feira – 16h às 17h

 

 

Cordas – Violino

 

  • Bairro Centro – Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo De Nes – Quarta-feira – 8h às 9h
  • Bairro Efapi – Ceu das Artes – sexta-feira – 8h30 às 9h15 – 9h15 às 10h
  • Bairo Efapi – Unochapecpo (Projeto Musicando) sexta-feira – 10h15 às 11h / 11h às 11h45 / 13h30 às 14h15 / 14h15 às 15h.
  • Bairro Centro – Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo De Nes – segunda-feira – 15h30 às 16h30 / terça-feira – 14h30 às 15h30 – quinta-feira – 10h às 11h –

 

Cordas – Viola de Arco

 

  • Bairro Efapi – Ceu das Artes – sexta-feira – 8h30 às 9h15 – 9h15 às 10h

 

Dança – Jazz

 

  • Bairro Centro – Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo De Nes – quinta-feira – 18h30 às 19h30 / 19h30 às 20h30
  • Bairro Efapi – Ceu das Artes – sexta-feira – 9h30 às 10h30 / 13h30 às 14h30.

 

 

Violão popular

 

  • Bairro Centro – Centro de Cultura  e Eventos Plínio Arlindo De Nes – terça-feira  – 10h30 às 11h30 / 18h00 às 19h – quarta-feira – 10h às 11h/ 17h às 18h
  • Bairro Saic – sexta-feira – 9h30 às 10h30 / 10h30 às 11h30.
  • Bairro São Cristóvão – Cruz Vermelha – quarta-feira – 10h às 11h / 11h às 12h / 16h às 17h/ 17h às 18h
  • Bairro Efapi – Ceu das Artesquinta-feira – 9h às 10h/ 10h às 11h/ 13h às 14h / 15 às 16h/ 19h às 20h

 

Percussão

 

  • Bairro Centro – Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo De Nes – quinta-feira – 13h30 às 14h30 / sexta-feira – 11h às 12h
  • Bairro Maria Goretti – quarta-feira – 9h às 10h30

 

Violoncelo

  • Bairro Centro – Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo De Nes – segunda-feira – 10h às 11h / 11h às 12h/ 16h30 às 17h30/

 

 

Para outras informações entre em contato com a Secretaria de cultura pelo telefone 3319 1010, ou pelo email artecidada@chapeco.sc.gov.br .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Colunistas

Informativo Cultural

Agenda

GOIO-ÊN no Ô BALSEIRO restaurante – Em comemoração aos 8 anos de carreira do Dj Luan Copati, apresentamos o Sunset Goio en 8 anos! As margens do Rio Uruguai; Verão; Bebida gelada; e um Line Up de responsa!
>>GDO PRODUÇÕES – 30 NOV Chapecó recebe grandes shows. A Festa! Um evento diferenciado pra você. Zé Neto e Cristiano, Diego e Victor Hugo, Diego Strada e convidados. Anna Constante, Régis Palma, Abimael, Grupo Doce Vício e Pagode Social. Os ingresso já estão a venda acesse gdo.com.br

Facebook

Intervalo Cultural

Parceiros