MUSEU CASA DE ANITA É REABERTO EM LAGUNA APÓS RECUPERAÇÃO DO EDIFÍCIO HISTÓRICO

Um dos espaços mais procurados pelos visitantes do Centro Histórico de Laguna, o Museu Casa de Anita está pronto para voltar a receber o público. A restauração foi concluída pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e a reabertura oficial foi realizada na tarde desta sexta-feira, 30. Presente na solenidade, o governador Carlos Moisés destacou a importância da Heroína de Dois Mundos na história e como exemplo para quem vive nos dias atuais. A Fundação Catarinense de Cultura (FCC) também esteve presente na solenidade, representada pela presidente Ana Lúcia Coutinho.

“Cada pedacinho de Laguna tem um pouco da história de Santa Catarina e do Brasil, e tudo isso temos que preservar. A Anita Garibaldi representa o exemplo de quem luta por um mundo melhor e o protagonismo que a mulher exerce na sociedade”, declarou Moisés, acrescentando que a participação das mulheres na política precisa ser ampliada.

Dois barcos que integram a coleção do Museu Nacional do Mar, administrado pela FCC, estão expostos na Casa de Anita. Um deles é uma miniatura da embarcação Seival, usada durante os confrontos em Laguna pelo italiano Giuseppe Garibaldi.

O ministro da Cidadania, pasta à qual o Iphan é vinculado, Osmar Terra, também compareceu à reabertura. “Anita é uma inspiração única na história brasileira. Lutava por uma causa, que era a de melhorar o mundo em que vivia. Fico muito feliz de estar aqui falando desse símbolo e exemplo para o povo brasileiro”, declarou o ministro.

Recuperação de um edifício histórico

Foram mais de R$ 610 mil de recursos federais investidos na recuperação total do edifício histórico, construído em 1711. Além disso, de acordo com o Iphan, o local recebeu a estrutura para implantação de museu, como condições de acessibilidade, climatização, iluminação e equipamentos multimídia e de comunicação visual, contribuindo para a difusão da história e do legado de Anita Garibaldi.

O ato também teve a presença do diretor do Departamento de Projetos Especiais do Iphan, Robson de Almeida, da superintendente do Iphan em Santa Catarina, Liliane Nizzola, e do prefeito de Laguna, Mauro Candemil, além de representantes do Instituto CulturAnita, de uma comitiva italiana, deputados, secretários de Estado e os ex-governadores de Santa Catarina e Paraná Eduardo Pinho Moreira e Cida Borghetti, respectivamente.

Na ocasião, também foi assinada a ordem de serviço para início da obra do Complexo Ferroviário, que conta com recursos de R$ 2,4 milhões e será a primeira obra do Ministério da Cidadania a ser contratada, com recursos do Fundo de Defesa de Direitos Difusos (FDD).

Em Laguna, foi entregue ainda esse ano, pelo Iphan, a obra de restauração da Casa Candemil, que sedia o Arquivo Público Municipal. Também estão em execução a primeira etapa da requalificação urbanística do Centro Histórico e as restaurações do Clube União Operária, da sede da Sociedade Musical Carlos Gomes e do Clube Blondin, somando investimentos de R$ 12,4 milhões, além do Complexo Ferroviário e do Clube do Congresso Lagunense, que contam com outros R$ 4,41 milhões advindos do FDD.

Casa de Anita Raquel Santi 2Bicentenário de Anita

O Estado também participa ativamente no fortalecimento da Memória de Anita Garibaldi. A Fundação Catarinense de Cultura (FCC) atua nas tratativas envolvendo representantes catarinenses e de cidades italianas as comemorações do bicentenário da heroína. A atividade estava prevista desde o ano passado e é um dos marcos para iniciar as festividades, que se estenderão até 2021.

As comemorações dos dois séculos de Anita Garibaldi terão atividades culturais e simbólicas em Laguna e região, além do Uruguai, Itália e República de San Marino. Uma delas é o plantio de uma rosa híbrida que simboliza a heroína dos dois mundos. Uma muda da rosa foi plantada na solenidade desta sexta-feira (30) no quintal da Casa de Anita. Antes disso a comitiva plantou outra muda em frente à Prefeitura de Tubarão.

No sábado, 31, a comitiva acompannhou a encenação Vida e Morte de Anita, que contou acom a participação de uma equipe de aproximadamente 80 pessoas entre produção, atores, cavaleiros e grupo Guardiãs de Anita. O espetáculo foi realizado na Praça República Juliana, em frente ao Museu Histórico Anita Garibaldi, em Laguna.

Ascom FCC – Fotos: Raquel Santi / ASCOM FCC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Colunistas

Informativo Cultural

Agenda

a exposição “O que VEM antes da nuVEM” faz um passeio no tempo mostrando suportes, mídias e players que fizeram história no registro de vídeos, fotografias e músicas até o momento atual, com o advento da digitalização dos arquivos. Serão expostas cerca de 50 peças que revelam como era feito o armazenamento e como eram os meios de reprodução antes do surgimento das chamadas “nuvens”. A abertura da exposição será na quinta-feira, 19, às 19h. A visitação segue até o dia 29 de fevereiro de 2020, com entrada gratuita, de terça a domingo das 10h às 21h. O agendamento é gratuito e contempla grupos de até 30 pessoas, que poderão apreciar a exposição em cartaz. O e-mail de contato é agendamentomis@fcc.sc.gov.br. Para os meses de janeiro e fevereiro estão programadas atividades paralenas, como oficinas e bate-papos.
Exposição “Narrativas (dis)corridas” // A exposição segue na Galeria Municipal de Arte Dalme Marie Grando Rauen, Praça Coronel, até o dia 01 de março de 2020. O horário de visita da exposição é terça à sexta-feira das 09 às 12 horas e das 13 às 16 horas. Sábados, domingos e feriados o horário é das 14 às 17 horas. É possível agendar visitas guiadas através do telefone (49) 3321-8509 ou pelo e-mail artesvisuais@chapeco.sc.gov.br.

Facebook

Intervalo Cultural