Mundial de LoL 2019 tem pico de 44 milhões de espectadores

A Riot Games, produtora do League of Legends, divulgou um balanço sobre o Mundial deste ano, com números de audiência e médias atingidas pelas transmissões oficiais. De acordo com as estatísticas divulgadas pela empresa, o torneio, vencido pela chinesa FunPlus Phoenix, contou com um pico de 44 milhões de espectadores simultâneos e 21,8 milhões na média de audiência por minuto.

A final, entre a FPX e a europeia G2, foi transmitida em 16 idiomas diferentes e através de mais de 20 plataformas. O Mundial contou com 120 partidas, distribuídas em três cidades diferentes no continente: Berlim, na Alemanha, Madri, na Espanha, e Paris, na França. A Riot contabilizou mais de 1 bilhão de horas de conteúdo consumidas pelos fãs ao longo de cinco semanas de competição.

Outro dado interessante é que esta edição do Worlds, a nona da história, foi a mais diversa em relação a campeões banidos ou selecionados, com um total de 99 personagens diferentes aparecendo de alguma forma nos confrontos. Os dois com maior taxa de vitória foram Kennen e Tahm Kench – com 71,4% de aproveitamento.

Além de seus três eventos internacionais (Mid-Season Invitational, Worlds e All-Star), a Riot divulgou que, em 2019, foram realizadas mais de 60 competições oficiais de League of Legends em 36 cidades diferentes. No Brasil, INTZ e Flamengo, campeões no primeiro e do segundo split, respectivamente, dominaram o cenário competitivo e, pela primeira vez na história, repetiram a decisão do CBLoL no mesmo ano.

Agora, a produtora do League of Legends volta as atenções para um ano que deve ser histórico para o game. Além dos diversos jogos anunciados no aniversário de 10 anos do MOBA e da criação da Riot Forge, a empresa planeja um evento histórico para a décima edição do Worlds, que acontecerá na China. A final já foi anunciada para Xangai.

Mundial de League of Legends bateu recordes — Foto: Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Colunistas

Informativo Cultural

Agenda

a exposição “O que VEM antes da nuVEM” faz um passeio no tempo mostrando suportes, mídias e players que fizeram história no registro de vídeos, fotografias e músicas até o momento atual, com o advento da digitalização dos arquivos. Serão expostas cerca de 50 peças que revelam como era feito o armazenamento e como eram os meios de reprodução antes do surgimento das chamadas “nuvens”. A abertura da exposição será na quinta-feira, 19, às 19h. A visitação segue até o dia 29 de fevereiro de 2020, com entrada gratuita, de terça a domingo das 10h às 21h. O agendamento é gratuito e contempla grupos de até 30 pessoas, que poderão apreciar a exposição em cartaz. O e-mail de contato é agendamentomis@fcc.sc.gov.br. Para os meses de janeiro e fevereiro estão programadas atividades paralenas, como oficinas e bate-papos.
Exposição “Narrativas (dis)corridas” // A exposição segue na Galeria Municipal de Arte Dalme Marie Grando Rauen, Praça Coronel, até o dia 01 de março de 2020. O horário de visita da exposição é terça à sexta-feira das 09 às 12 horas e das 13 às 16 horas. Sábados, domingos e feriados o horário é das 14 às 17 horas. É possível agendar visitas guiadas através do telefone (49) 3321-8509 ou pelo e-mail artesvisuais@chapeco.sc.gov.br.

Facebook

Intervalo Cultural