Modalidades esportivas mantem atividades durante isolamento social

Embora os decretos do Governo do Estado tenham restringido a aglomeração de pessoas em face da pandemia, o esporte de Chapecó está ativo e muitas modalidades com forte carga de treinamentos. Modalidades coletivas, como o futsal feminino, usam redes sociais para trabalhos físicos, colocando professores/técnicos e atletas em constante contato.

Quando surgiu a possibilidade de restrições também ao esporte pelo Covid 19, o Secretário de Juventude, Esporte e Lazer, Rafael Foppa solicitou aos técnicos das mais de 30 modalidades mantidas pela SEJEL através da Prefeitura, que procurassem solução para treinamentos que não ferissem as determinações de afastamento social impostas pelas autoridades. “Temos competições previstas para o ano e o nosso esporte não poderia parar totalmente”, destacou.

As meninas do Futsal, por exemplo, vem realizando trabalhos físicos através de videoconferência com seu técnico e cumprem carga horária em casa e locais onde possam praticar suas atividades. Ciclismo, Atletismo, Judô, Karatê, Xadrez, Jiu-Jitsu e Taekwondo praticamente não sofreram paralisação. A natação também tem atividade presencial há alguns dias. “Temos mais dificuldades com as modalidades coletivas”, revela Foppa.

O basquete tem rotina de 2 horas de trabalhos técnicos por dia e 1h30 de trabalho físico. O futsal masculino realiza treinos individuais via redes sociais. O cronograma é de segunda a sábado com várias opções de treinos. A rotina só será mudada após as atividades voltarem ao normal. O handebol tem atividade online para goleiros e posições de linha, vídeos e fichas para trabalho muscular em academia organizada. Os atletas também recebem orientações sobre regramento alimentar e psicologia. O mesmo ocorre com o handebol feminino.

O Judô masculino manteve as atividades aeróbicas individuais e aprimoramento motor no início, e com o relaxamento da quarentena e liberação de academias iniciou treinos físicos coletivos, obedecendo a regras sanitárias recomendadas. Atletas do vôlei (M/F) recebem apoio de seus técnicos e mantém atividades em casa e locais seguros. O Xadrez (M/F) tem atividade normal, exceto treino presencial. “Realizamos competições online entre atletas do PAF, Olesc, Joguinhos e Jasc”, aponta o técnico Marco Barbosa.

De acordo com Rafael Foppa todas as modalidades que podem têm seus atletas praticando atividades físicas e técnicas como forma de dar segurança a um bom desempenho diante de competições que podem ser confirmadas. “Mas temos cobrado dos técnicos que, se possível, não parem com os trabalhos”, concluiu Foppa.

O Programa Atleta do Futuro (PAF) também se mantém através de atividades online e as dezenas de modalidades continuam recebendo inscrições. Objetivo da SEJEL é fazer com que as crianças e adolescentes mantenham o foco nas modalidades que escolheram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Colunistas

Informativo Cultural

Agenda

Devido a Lei de Quarentena da COVID-19, estaremos postando a agenda cultural de SC de 2020 após restabelecimento do controle da doença.

Facebook

Intervalo Cultural

Parceiros