Ginástica Rítmica: A rotina das ginastas chapecoenses

O sorriso e a altivez, a leveza e os rostos infantis das Ginastas nas competições em muitos momentos escondem a dor dos treinamentos, mas revelam a satisfação dos resultados. Quem vê o resultado final não sabe pelo que passam as ginastas para vencer uma competição, sempre em alto nível. A Ginástica Rítmica é uma das atividades esportivas que, talvez, mais exige do atleta. Isso não é diferente de um lugar para outro. E em Chapecó, as ginastas da Associação de Ginástica Rítmica de Chapecó – AGIRC – tem uma rotina diária de cinco horas de intensos treinamentos. “E seis vezes por semana”, revela a técnica Cristiane Metzger Carminatti.

 

A atual equipe juvenil vem treinando junto há cerca de nove anos e a busca da perfeição é constante. O material humano existe, mas a carência de uma estrutura adequada exige mais das ginastas que dividem o tempo entre os treinamentos, a vida social e escolar, os consultórios e clínicas médicas. De acordo com Cristiane, a falta de um piso adequado para a ginástica rítmica causa muitas lesões de tornozelo e fratura de dedos por estresse. “Nos Joguinhos Abertos uma das meninas atuou com dois dedos fraturados”, revela Cristiane. É possível observar de perto nos treinos a dedicação e o extremo que se exige dos corpos. Mesmo com estrutura menor, Chapecó tem feito frente a potências da GR em Santa Catarina, como Blumenau e Joinville e até Florianópolis que possui quatro tablados para esse esporte, afirma ela.

 

A renovação de atletas é lenta por uma série de fatores, mas o Projeto Atleta do Futuro, desenvolvido pela Administração Municipal, por meio da Secretaria de Juventude, Esporte e Lazer, tem dado esse suporte. “Todos os anos através dos núcleos de Ginástica são escolhidas cerca de 30 atletas. As que suportam a carga de trabalho formam uma pré-equipe que somam em torno de 10, depois cinco, talvez”, explicou.

 

A atual equipe tem sido submetida a uma forte carga de campeonatos que iniciou em fevereiro e só vai terminar com o Brasileiro em novembro. Na semana que vem a equipe, que é o forte da GR Chapecoense, já tem outro compromisso importante. Aos poucos a AGIRC tem conquistado espaço e até formado árbitros que passam a equilibrar mais as competições, as vezes com decisões injustas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Colunistas

Informativo Cultural

Agenda

GDO Produções Apresenta: Carpe Vita Halloween em Chapecó :: 27 de outubro no 14Bis, Tradicional nos Estados Unidos, o Halloween ou Dia das Bruxas, inspira a primeira festa de Halloween do grupo Carpe Vita em Chapecó. Será uma combinação de Sunset com Night Party que irá retratar o tradicional evento americano com a presença confirmada de zumbis, vampiros, monstros e bruxas que farão parte da decoração e cenografia. E para abrilhantar ainda mais essa edição da Carpe Vita a festa será regida pelos residentes da Carpe Vita e nacionalmente conhecido, DUBDOGZ – um das maiores sensações da música eletrônica atual e que prometem uma apresentação histórica em Chapecó/SC. Sempre tivemos e temos bons amigos no oeste de Santa Catarina e especificamente em Chapecó e há 2 anos estávamos planejando esse evento para convidar nossos amigos de todo o Brasil para prestigiar a região. Traje normal. Não será festa a fantasia apenas a decoração será temática. O evento irá ocorrer a partir das 17h, no 14Bis. Promoção Exclusiva Atlantida.
>>GDO PRODUÇÕES – 30 NOV Chapecó recebe grandes shows. A Festa! Um evento diferenciado pra você. Zé Neto e Cristiano, Diego e Victor Hugo, Diego Strada e convidados. Anna Constante, Régis Palma, Abimael, Grupo Doce Vício e Pagode Social. Os ingresso já estão a venda acesse gdo.com.br

Facebook

Intervalo Cultural

Parceiros