“Expedición El Rio Uruguay” chega a Chapecó

Pesquisadores Argentinos e Brasileiros que compõe a equipe da “Expedición El Rio Uruguay” chegaram na última segunda-feira (06) a Chapecó. Eles irão passar por diferentes localidades, percorrendo o Rio Uruguai e seus entornos, aprofundando sua pesquisa por todo o Oeste Catarinense.

 

A equipe foi recepcionada por autoridades, vereadores, pesquisadores, representantes de universidades e integrantes da Polícia Militar Ambiental e da comunidade do Goio-En. Na oportunidade foram expostas as ações da Expedição, que tem o apoio da UPM – União de Parlamentares do Mercosul,  seu objetivo e os motivos que os trazem aqui. Dentre os objetivos está conscientizar as comunidades do Brasil, Argentina e Uruguay sobre as riquezas do Rio, sensibilizar os governos locais e regionais, assim como as autoridades do Mercosul, referente a iniciativas de preservação dos recursos naturais.

 

De acordo com o Prefeito Luciano Buligon, “é preciso gerar integração entre os povos, e a língua não pode ser um obstáculo para esse entendimento. O Rio Uruguai é uma veia aberta entre o Brasil, a Argentina e o Uruguay, sendo catalisador dessa união, e juntos temos que pensar em uma solução responsável para a sua preservação”, disse.

 

Para o Presidente da Associação de Moradores do Distrito de Goio-en, Pedro Rotava, é muito importante debater sobre o Rio Uruguai. “Até agora nós utilizamos o Rio Uruguai, chegou o momento de devolver ao rio o que nós tiramos dele”, enfatiza.

 

Além de Chapecó os pesquisadores passam, no decorrer da semana, pelos municípios de Concórdia, Campos Novos, Machadinho, Piratuba, Joaçaba e Itá. Ao todo serão 1770km de percurso, coletando dados e imagens para aprofundar os estudos sobre o Rio Uruguai e conhecer as obras nesse transcurso. O intuito ao final da pesquisa, que está marcada para o ano de 2020, é reformular a legislação referente a preservação do Rio, nos três países.

 

A equipe retorna à Chapecó na sexta-feira, onde prossegue com agenda e atividades náuticas de campo marcadas para o próximo sábado, dia 11/08. A ideia é levar os pesquisadores, junto com a equipe da PMA, às áreas de preservação ao longo o transcurso do Rio.

 

Programação:

07, 08 e 09/08 – Visita à cidades do Oeste Catarinense;

 

10/08 –sexta-feira – Retorno à Chapecó

14h Reunião Câmara de Vereadores;

16h reunião com pesquisadores da área de Ciências Ambientais da UFFS e Unochapecó. Local: Unochapecó.

 

11/08 – sábado – Atividade de Campo

12h – Saída da polícia Militar Ambiental para atividades náuticas de campo, no Rio Uruguai;

16h – Visita ao instituto Goio-en.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Colunistas

Informativo Cultural

Agenda

>> 14Bis – 16ago Quinta-Kunk // 17ago Lucas Lucco
>> Chitãozinho e Xororo Show Evidências. Dia 24 de agosto, sexta-feira véspera de feriado, 101 anos de Chapecó, EFAPI. Adquira sua mesa e ingressos antecipados pelo 49 99941-3500.
ASSUNTO: Um Resgate Histórico – 101 anos de Chapecó. // DATA: 20/08/2018 e 24/08/2018 HORÁRIO: 13h30.// LOCAL: Instituição Chapecó Criança Cidadania em Ação, Rua Regente Diogo Feijó, 1045D. // Telefone: 2049 9462 // Resumo: Você sabe como surgiu Chapecó? Para responder esse e outras perguntas a Instituição Chapecó Criança – Cidadania em ação, está desenvolvendo durante o mês de agosto diversas atividades alusivas ao dia do Município, entre elas o baú de memórias, apresentação tetral e o Museu dos Colonizadores. A ideia é ensinar de forma lúdica sobre o processo de colonização e transformação para que todos compreendam a importância dos direitos e deveres enquanto cidadãos e sujeitos ativos da história de Chapecó. As próximas ações acontecem nos dias 20 e 24 de agosto.
ASSUNTO: Projeto Arte e Água: Essenciais para a Vida. DATA: 15/08/2018 – quarta-feira . HORÁRIO: 14h. LOCAL: Escola Básica Municipal Olímpio Correa Figueiró Rua João Francisco Schneider, 234 d – Bairro Belvedere – Chapecó – SC Telefone: 3324 2462. Resumo: Estudantes de 1º ao 3º ano do Ensino Fundamental estão sensibilizados quanto ao uso sustentável da água, já são capazes de emitir opiniões e interferir no meio em que vivem e desta forma, contribuem para a preservação da natureza. Neste dia 15 de agosto, eles estarão demonstrando à comunidade escolar, por meio da Arte, o que pode ser feito de maneira sustentável. A programação envolve inúmeras atividades voltadas à consciência ambiental, com o objetivo que as informações cheguem também à sua família e amigos.

Facebook

Intervalo Cultural

Parceiros